Petrobras avalia elevar preços de combustíveis nas refinarias – Forbes Brasil

Paulo Whitaker/Reuters

Os executivos da companhia frisaram que não houve mudanças na política de preços e que a companhia continua a seguir indicadores internacionais

A Petrobras está avaliando elevar preços de combustíveis em suas refinarias, disse o diretor-executivo de Comercialização e Logística, Cláudio Mastella, ao reconhecer que “pontualmente” os valores estão defasados ante o mercado internacional.

Durante uma rara coletiva de imprensa junto ao presidente da petroleira estatal, Joaquim Silva e Luna, os executivos da companhia frisaram que não houve mudanças na política de preços e que a companhia continua a seguir indicadores internacionais, mas evitando a volatilidade externa.

LEIA TAMBÉM: Guedes inclui privatização de Petrobras e BB em plano de dez anos

Mastella pontuou que, nos últimos meses, houve mudanças significativas no mercado internacional, mas que grande parte delas foi compensada por flutuações do câmbio no sentido contrário.

No entanto, uma redução de oferta de petróleo, especialmente nos Estados Unidos, e uma perspectiva de elevação da demanda internacional de energéticos tem puxado os valores para cima. “Em função disso, a gente está olhando com mais carinho, com cuidado, a possibilidade de reajuste sim”, disse Mastella.

“Pontualmente os preços estão sim defasados, em parte, de alguns derivados, o que significa que a gente está, sim, avaliando um ajuste dos preços. Essa avaliação é interna, técnica, depende de uma análise dos cenários… a gente não toma decisão baseada em como está instantaneamente a defasagem de preços, mas sim nessa defasagem e na expectativa de evolução dela ou de manutenção dela.”

O diretor ressaltou que há atores atualmente realizando importações ao Brasil, em uma sinalização de que os preços da Petrobras não estão “descolados” do mercado.

A Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis) calcula que haja uma defasagem de 14% no diesel e de 10% na gasolina, segundo dados de fechamento da sexta-feira (24)

O último ajuste realizado no preço do diesel pela Petrobras ocorreu em 6 de julho, enquanto na gasolina foi em 12 de agosto.

A coletiva foi convocada mais cedo de hoje (27) para prestar informações sobre os preços dos combustíveis e do GLP (gás de cozinha) e sobre o apoio suplementar que a Petrobras está prestando durante a crise energética.

Ao abrir a coletiva, Luna voltou a apresentar explicações sobre a atuação da companhia e defender que uma empresa mais saudável financeiramente consegue entregar mais resultados para a sociedade, além de pagar melhores dividendos aos acionistas, incluindo o seu controlador, a União. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Petrobras avalia elevar preços de combustíveis nas refinarias apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Loja do Queen abre em Londres para marcar cinco décadas da banda – Forbes Brasil

Chung Sun-Jul/Reuters

Em comemoração aos 50 anos da banda, o Queen abriu uma loja de suvenires em Londres

De camisetas a guitarras autografadas por Brian May, suvenires do Queen estão à venda em uma nova loja temporária da rua Carnaby de Londres que comemora as cinco décadas da música da banda de rock.

“Queen The Greatest”, que abre amanhã (27), apresentará temas ligados aos roqueiros até janeiro.

LEIA MAIS: NFTs de Freddie Mercury são leiloadas para instituição de caridade de luta contra Aids

Disponíveis na loja, criada com a empresa de merchandise e gerenciamento de marca Bravado da Universal Music Group, estarão agasalhos com capuz, canecas e quebra-cabeças do Queen, entre outros itens.

“(O Queen) começou em 1971 e ainda está fazendo turnês e ativo até hoje, então queríamos ter certeza de que não deixaríamos este momento passar sem fazer alguma comemoração disso em um espaço físico”, disse Keith Taperell, vice-presidente de varejo e vendas da Bravado, à Reuters.

A loja se divide em áreas, começando com os anos 1970 e um ambiente semelhante a um brechó, um lembrete de quando o vocalista Freddie Mercury e o baterista Roger Taylor tinham uma barraca no mercado londrino de Kensington.

A seção dos anos 1980 marca os eventos ao vivo e turnês da banda, uma área de gravação representa os anos 1990 e um estande de DVDs de apresentações do Queen é para os nascidos na década seguinte.

A renda de uma camiseta especial de Freddie Mercury irá para o Mercury Phoenix Trust, uma instituição de caridade para pessoas com Aids fundada em maio por May, Taylor e o empresário da banda, Jim Beach, em homenagem ao cantor.

Freddie morreu de pneumonia decorrente da Aids em 1991. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Loja do Queen abre em Londres para marcar cinco décadas da banda apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Empresa de soluções logísticas para e-commerce recebe aporte para ampliar mercado de armários inteligentes pelo Brasil

Criada em 2021, a Rede 1 Minuto é fruto da iniciativa da startup de tecnologia MeuLocker e de investidores de peso no mercado como o fundador e presidente da Microcity Exclusive, Luis Carlos Nacif, que fez um aporte de R$12 milhões, para iniciar um plano de expansão para instalar mais de 3 mil lockers em diversas capitais pelo Brasil nos próximos 2 anos.
O plano tem início agora em setembro por meio da instalação de 80 pontos nas redes de conveniência dos Postos Ipiranga e nos lobbies dos hotéis da Rede Accord na capital paulista e região metropolitana.

Os lockers são armários digitais para entrega de produtos oriundos do e-commerce, com retirada via senha ou QR Code por parte do cliente.
O plano faz parte da estratégia da empresa de ampliar a capacidade de atendimento dos embarcadores, empresas varejistas que atuam no modelo de e-commerce. A Rede 1 Minuto objetiva atender a crescente demanda por esse tipo de serviço.

“Estamos falando agora de um processo de digitalização da entrega dos produtos. Inicialmente o e-commerce digitalizou a compra, depois foi a vez do pagamento digital. Até então a logística era a única faceta analógica desse negócio. 95% das desistências de compra pelo e-commerce acontecem no momento da escolha do frete. É justamente aí que os lockers entram, oferecendo uma opção de entrega de baixo custo e 100% disponível para receber e retirar produtos. A consequência direta da nossa solução é o aumento das vendas no e-commerce.

Oferecer ao cliente um processo mais flexível, rápido e barato para retirar sua compra virou um grande diferencial e um fenômeno não apenas no Brasil como em todo o mundo”, explica o Sócio da Rede 1 Minuto e CEO da MeuLocker, Gabriel Peixoto.

O executivo está à disposição como fonte para falar sobre o mercado e sobre o plano de expansão pela qual a empresa está passando.

Source link

Read More

Apesar de quebra de safra, usinas garantem oferta de etanol anidro – Forbes Brasil

Juan Carlos Ulate/Reuters

No acumulado da safra desde abril, a produção de açúcar recuou 8%, para 26,8 milhões de toneladas

O Brasil terá oferta suficiente de etanol anidro para atender a mistura na gasolina de 27%, apesar de uma forte quebra na safra 2021/22 devido a problemas como seca e geadas, afirmou hoje (27) a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar).

A declaração foi feita dias depois de o presidente Jair Bolsonaro afirmar que o preço da gasolina poderia diminuir um pouco se houvesse uma redução na mistura de etanol, cujos preços estão nos maiores valores em vários anos.

LEIA TAMBÉM: Entenda por que a China e outros mercados pararam de comprar carne bovina do Brasil

“A produção registrada até o momento, os estoques disponíveis nos produtores, a possibilidade de importação, o volume a ser produzido e a expectativa de consumo do ciclo Otto indicam condições para atendimento do atual nível de mistura de etanol na gasolina…”, disse em nota o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues.

Com uma redução no consumo de etanol hidratado, por uma gasolina mais competitiva, a Unica avalia também que a oferta de anidro poderá ser reforçada, enquanto produtores se voltam para o biocombustível usado na mistura.

A produção de etanol anidro do centro-sul cresceu 17,8% na primeira quinzena de setembro ante o mesmo período de 2020, para 883 milhões de litros, e aumentou 26,4% no acumulado da safra 2021/22, para 8 bilhões de litros.

De outro lado, a produção de açúcar recuou 8% no acumulado da safra desde 1º de abril, para 26,8 milhões de toneladas, enquanto a fabricação total de etanol (incluindo hidratado) recuou cerca de 3%, para 20,75 bilhões de litros.

Segundo Padua, tamanho volume de etanol anidro fabricado na primeira quinzena de setembro deste ano só foi verificado na safra 2017/2018, “quando a moagem de cana-de-açúcar era muito superior”.

“A despeito da expectativa de queda superior a 14% na moagem de cana-de-açúcar e da retração nas produções de etanol hidratado e açúcar, a produção de etanol anidro deve crescer mais de 500 milhões de litros neste ciclo”, comentou ele.

A Unica afirmou anteriormente que a safra de cana do centro-sul poderia cair para cerca de 530 milhões de toneladas, com “viés de baixa”.

Com a temporada acabando mais cedo por conta da menor oferta de matéria-prima, mais três usinas encerraram a safra na primeira metade do mês, elevando para cinco o total das que já terminaram o ciclo 2021/22.

Na primeira quinzena, a produção de açúcar do centro-sul do Brasil recuou 20,48% ante o mesmo período do ano passado, para cerca de 2,5 milhões de toneladas, apontou hoje (27) a Unica.

A moagem de cana da principal região produtora do Brasil caiu 14% na quinzena na mesma comparação, a 38,38 milhões de toneladas, enquanto a produção total de etanol (hidratado e anidro) teve baixa de 11,23%, para 2,06 bilhões de litros.

Além de problemas como seca e geadas, o setor tem destinado menos cana para a produção de açúcar do que no mesmo período do ano passado –na proporção de 44,94% na primeira quinzena do mês, ante 47,34% no mesmo período da safra passada.

VENDAS

Na primeira metade de setembro, as unidades produtoras do centro-sul comercializaram um total de 1,17 bilhão de litros de etanol, registrando retração de 14,9% em relação ao mesmo período da safra 2020/2021.

Do total comercializado em setembro, 30,87 milhões de litros foram destinados para o mercado externo e 1,14 bilhões de litros vendidos domesticamente.

No mercado interno, as vendas de etanol hidratado alcançaram 654,9 milhões de litros, o que representa uma redução de 22,6% sobre o mesmo período da última safra.

Já a quantidade comercializada de etanol anidro apresentou aumento de 29,9% na primeira quinzena, com 483,08 milhões de litros.

Segundo Padua, a perda de competitividade do etanol hidratado frente à gasolina em algumas regiões tem causado a retração do consumo do biocombustível.

“É o movimento de ajuste natural de mercado diante das condições de oferta e demanda dos produtos.”

Ele disse ainda que, “a manutenção dessa tendência de retração nas vendas de hidratado indica uma condição de equilíbrio entre oferta e demanda do produto até o final da safra”.

No acumulado desde o início da safra 2021/2022 até 16 de setembro, o volume de etanol comercializado pelas empresas do centro-sul acumula crescimento de 1,5%, somando 13,43 bilhões de litros.

Do total comercializado domesticamente, o etanol anidro representa 4,68 bilhões de litros (aumento de 26,7%) e o etanol hidratado corresponde a 7,98 bilhões de litros (queda de 3,6%), no acumulado da safra. Um volume de 765,5 milhões de litros foi exportado, com queda de 39,1% na temporada. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Apesar de quebra de safra, usinas garantem oferta de etanol anidro apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

TikTok atinge marca de 1 bilhão de usuários ativos mensais – Forbes Brasil

Dado Ruvic/Reuters

Estados Unidos, Europa, Brasil, Sudeste Asiático são os maiores mercados da plataforma

O TikTok alcançou a marca de 1 bilhão de usuários ativos por mês no mundo em meados do ano, afirmou a companhia à Reuters, o que representa um crescimento de 45% desde julho de 2020.

Estados Unidos, Europa, Brasil, Sudeste Asiático são os maiores mercados da plataforma, afirmou a empresa.

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A empresa tinha cerca de 55 milhões de usuários globais até janeiro de 2018. O número subiu para mais de 271 milhões em dezembro do mesmo ano, foi a 508 milhões em dezembro do ano seguinte e 689 milhões em julho de 2020.

No último balanço trimestral, o Facebook divulgou ter 2,9 bilhões de usuários mensais ativos até o final do primeiro semestre. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post TikTok atinge marca de 1 bilhão de usuários ativos mensais apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Reforço no ecossistema de customer experience: Kainos anuncia reestruturação de negócios e passa a se chamar Kainos &Co

Verticais se tornam pioneiras no país em BPO 100% digital e no segmento de IA para atendimento

São Paulo, setembro de 2021 – A Kainos &Co, ecossistema especializado em customer experience e soluções de atendimento, anuncia reestruturação do negócio e passa a responder como um grupo focado em relacionamento entre marcas (empresas e clientes). Com o novo modelo, composto por três empresas, cada uma transitará em sua especialidade e terá um respectivo CEO.

Na reestruturação, a primeira novidade é a Kainos BPOTech, idealizadora do modelo BPOTech no mercado, uma nova indústria de BPO que aplica tecnologia para melhorar e ampliar as relações entre marcas e consumidores e terá como CEO Fabio Padovani, profissional que atua há mais de 15 anos no ramo. A segunda, é a KTech, empresa de tecnologia que fornecerá integração para experiências personalizadas, contará com Júlio Xavier, profissional com mais de 20 anos de experiência no ramo, vai responder como CEO. A última novidade é a manutenção da PROA, pioneira em entregar inteligência artificial em CX. O CEO da companhia é Rogério Barreto, profissional com mais de 17 anos de atuação no setor.

A reestruturação faz parte de um projeto do fundador e presidente da holding, William Sousa, em impulsionar seus negócios, tornando-os um grande ecossistema para entregar soluções inovadoras, disruptivas, escaláveis e completas na cadeia de relacionamento com consumidores. “Com essa reestruturação, fortalecemos nosso core business e nos preparamos para metas agressivas de mercado, queremos crescer cerca de 200% com a holding, aumentar a carteira de clientes e caminhar para que, em pouco tempo, nos tornemos a empresa brasileira top of mind, referência no setor em que atuamos”, ressalta.

Segundo o executivo, as companhias terão atuação convergente e sinérgica para atender os clientes de forma mais personalizada. Desta forma, as empresas impulsionadas pela Kainos &Co trarão experiências únicas no relacionamento com o consumidor.

A holding, que tem na carteira de clientes grandes marcas como a LG, Qatar Airways, Leroy Merlin, OAB-SP, Delta Airlines, GetNinjas, Omni  Banco & Financeira, Ânima Educação, Trigg Cartões, entre outras, oferece serviço personalizado e sob demanda aos clientes. “Acreditamos que uma gestão segmentada das empresas da holding, entregará maior agilidade em cada projeto. Nesse sentido, focamos os esforços em entregar um Customer Experience ainda mais especializado”, declara Sousa.

Fabio Padovani, CEO da Kainos BPOTech, acredita que, uma das principais vantagens apontadas pelo modelo é a utilização de tecnologia para automação e digitalização dos processos nos mais diversos canais, o que traz eficiência e permite pessoas altamente qualificadas na interação humana. Em um formato inovador, difundimos nossos serviços, lançando produtos escaláveis, os quais visam atender as mais diversas necessidades das marcas. “Isto se explica, principalmente, pelo fato de nosso fundador ser um visionário que aposta em alta tecnologia e uma forte cultura de gente, de forma resumida, a Kainos BPOTech é uma empresa de Gente & Transformação”, afirma Padovani.

Júlio Xavier, CEO da KTech, acredita que a interação das empresas será um diferencial de mercado para entregas mais estratégicas. “Não nos limitaremos, nosso objetivo é entregar o melhor canal de comunicação para soluções mais inteligentes. Com essa integração, garantimos que, além de impulsionar o fechamento de novos negócios, traremos mais rapidez e assertividade nos diversos processos de nossos clientes, desta forma, a KTech se posiciona como uma empresa de Gente & Inovação”.

Para o CEO da PROA.AI, Rogério Barreto, o objetivo é continuar revolucionando os segmentos de atuação por meio da Inteligência Artificial (IA). A PROA conseguirá cumprir seu propósito de integrar o ecossistema da Kainos &Co como a empresa referência no uso de IA para transacionar processos de forma humanizada, especializada em customer experience. “A PROA conta com soluções 360º que automatizam todos os processos de negócios, facilitando as interações e relações de consumo. Após um ano de crescimento elevado, vamos em frente para conquistar espaço no mercado com nossas soluções e sermos reconhecidos como uma empresa de Gente & Revolução”, finaliza Barreto.

Source link

Read More

Dia do Turismo: 10 bilionários brasileiros que fizeram fortuna no setor – Forbes Brasil

Horacio Villalobos / GettyImages

David Gary Neeleman, o mais bem colocado do setor no ranking, é fundador e principal acionista no Brasil da Azul Linhas Aéreas e sócio portuguesa TAP

Nesta segunda-feira, 27 de setembro, é comemorado o Dia Mundial do Turismo. Após um ano e meio de pandemia, o setor foi um dos que mais sofreu com as restrições e medidas de isolamento impostas para evitar a disseminação do novo coronavírus. Ainda que a pandemia tenha afetado as fortunas de empresários por trás de companhias aéreas, redes de hotéis e operadoras, o segmento segue presente na última edição da lista da Forbes de bilionários brasileiros.

David Gary Neeleman, fundador e principal acionista no Brasil da Azul Linhas Aéreas, é o nome do turismo mais bem colocado no ranking. Com fortuna estimada em R$ 7,42 bilhões, ele aparece no 69o lugar. Neeleman também é sócio da portuguesa TAP e opera, desde 2018, a Moxy Airways, companhia norte-americana de voos low cost.

LEIA MAIS: 10 irmãos bilionários no Brasil e no mundo

Em 2012, a Azul iniciou o processo de incorporação da Trip Linhas Aéreas; a operação foi finalizada em 2014. O empresário José Mário Caprioli, que fundou a companhia em 1998, também figura na lista, junto com sua família, e tem patrimônio avaliado em R$ 1,7 bilhão. A aérea tinha como diferencial atender destinos regionais, e, em 2006, se associou ao grupo de transporte rodoviário de passageiros Águia Branca.

A Gol Linhas Aéreas é representada no ranking por quatro nomes: os irmãos Henrique, Joaquim e Ricardo Constantino, além de Constantino de Oliveira Júnior. Eles dividem igualmente a fatia majoritária das ações da Volluto, empresa de participações que controla a companhia aérea. Os irmãos também são sócios da Global Aviation, que faz fretamento de jatos executivos e helicópteros. Cada um possui fortuna estimada em R$ 1,65 bilhão.

Não são apenas as empresas de aviação que geraram fortunas bilionárias. Guilherme de Jesus Paulus, de 71 anos, ocupa a 186ª posição da lista da Forbes, com patrimônio avaliado em R$ 2,5 bilhões. Em 1972, ele cofundou a CVC, uma das maiores empresas do turismo brasileiro.

O controle majoritário da companhia foi vendido por Paulus em 2009 ao fundo norte-americano Carlyle por cerca de R$ 700 milhões. Atualmente, o empresário tem participações nas redes de Wish e Prodigy, ambas da GJP Hotéis & Resorts.

O grupo JHSF, também do segmento hoteleiro, é representado na lista por Fábio Roberto Chimenti Auriemo e José Auriemo Neto. A companhia foi fundada pelo primeiro, atualmente com fortuna avaliada em R$ 4,52 bilhões, e tem o segundo como um de seus principais acionistas. Em 2014, o grupo adquiriu a rede Fasano, que neste ano inaugurou sua primeira unidade em Nova York, na Quinta Avenida.

A 89ª edição da revista Forbes está disponível para download no aplicativo com a versão completa da exclusiva lista de bilionários brasileiros. Veja a seguir 10 nomes que fizeram fortuna no setor de turismo:

Horacio Villalobos / GettyImages


Arte / Forbes
Arte / Forbes
Renato Pizzutto
Letícia Moreira
Arte / Forbes
Reprodução / Forbes
Arte / Forbes
Arte / Forbes
Arte / Forbes

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Dia do Turismo: 10 bilionários brasileiros que fizeram fortuna no setor apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Instagram interrompe desenvolvimento de versão infantil em meio a críticas

O diretor do Instagram, Adam Mosseri, anunciou em uma entrevista nesta segunda-feira, 27, que está interrompendo o desenvolvimento de uma versão do Instagram para crianças. O anúncio acontece depois que a rede social recebeu severas críticas nos últimos dias sobre o impacto que causa na vida de adolescentes.

  • O mundo está mais complexo, mas dá para começar com o básico. Veja como, no Manual do Investidor 

Uma série de reportagens do jornal americano The Wall Street Journal mostrou, recentemente, que o Facebook tem dados que mostram que o Instagram torna a vida de alguns de seus usuários pior — garotas adolescentes, por exemplo. As matérias foram feitas com base em dados vazados ao jornal e mostram, em resumo, que a plataforma está ciente dos efeitos negativos — como depressão e ansiedade — que é capaz de causar, na pressão pela “vida perfeita”.

O Facebook e o Instagram vinham trabalhando no desenvolvimento de uma versão da rede para menores de 13 anos — idade em que é permitido usar redes sociais com coleta de dados nos EUA. A ideia era que não houvesse publicidade e a versão permitisse monitoramento dos pais.

“Eu ainda acredito que é uma boa ideia construir uma versão do Instagram que seja segura para adolescentes, mas nós queremos ter mais tempos para falar com pais e pesquisadores e especialistas em segurança e conseguir maior consenso sobre como devemos seguir em frente”, disse Mosseri ao programa Today.

Quando notícias surgiram de que o Instagram trabalhava em uma versão para crianças, em março, mensagens internas da empresa afirmavam que a empresa havia identificado a necessidade de um “pilar juvenil” como prioridade.

Source link

Read More

Com atraso, plantio de soja está em 0,8% da área de cultivo – Forbes Brasil

Kia Johnson/Reuters

O plantio de soja está adiantado em relação a igual período do ano passado, quando estava nessa época em 0,4%

O plantio da safra de soja 2021/22 do Brasil atingiu 0,8% da área total esperada até o dia 24 de setembro, apontou hoje (27) a consultoria Safras & Mercado.

A atividade está adiantada em relação a igual período do ano passado, quando estava nessa época em 0,4%, e atrasada em relação à média normal do período, de 1,4%.

LEIA TAMBÉM: Minério de ferro por tonelada sobe a US$ 110,57 na bolsa de Dalian

O plantio já iniciou no Paraná, com 4% da semeadura realizada, contra 1% de igual período do ano passado e 5,9% de média normal para o período, segundo a Safras.

Em Mato Grosso, o plantio está em 1%, contra 1% em igual período de 2020 e 1,7% de média normal para o período.

Nos demais Estados, a Safras ainda não registra plantio.

Uma pesquisa realizada pela “Reuters”, com 11 analistas, apontou na última sexta-feira (24) a safra de soja do país em um novo recorde de 143,75 milhões de toneladas de soja na safra 2021/22. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Com atraso, plantio de soja está em 0,8% da área de cultivo apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

CBLOL ressalta importância de marcas se associarem aos eSports

O Campeonato Brasileiro de League of Legends de 2021 (CBLOL), da Riot Games, chegou ao fim no começo do mês e, além do sucesso na comunidade gamer, o evento – que tem parceria com Mastercard, Gillette, Red Bull e KitKat® – também confirmou ser um interessante case para as marcas que decidem apostar no cenário de eSports. O segmento cresce com uma velocidade impressionante e ainda tem muita chance de sinergia com marcas.

<span class=”hidden”>-</span>KitKat/Divulgação

“As oportunidades de parcerias entre marcas e a indústria gamer são muito grandes quando falamos do público da geração Z. Este público espera das marcas uma experiência mais completa de conteúdo, uma expansão da sua vivência do game, e quando isso acontece existe um engajamento muito poderoso entre a marca e o consumidor. Tivemos dois exemplos recentes no CBLOL onde ativações de marcas foram genuínas, totalmente inseridas no contexto do jogo e da competição. Quando KitKat® cria uma linha de chocolates com sabores especiais baseada em League of Legends, isto tem uma importância muito grande para os fãs do jogo, e faz com que a marca consiga um outro tipo de engajamento além do produto em si. Da mesma forma, quando a Mastercard cria um formato inovador, onde o problema real da preservação das florestas pode ser vivido dentro do jogo, que tem uma floresta de grande importância para a partida, a marca cria um diálogo inovador e muito mais engajado para trazer a comunidade a discutir o tema, e se torna um interlocutor importante da causa para aquele público”, afirma Caco Antunes, head de esports da Riot Games.

Recentemente a marca da Nestlé lançou novos sabores para uma linha especial inspirada em League of Legends. Os sabores inéditos, disponíveis apenas em São Paulo, trazem ingredientes e combinações que fazem referência a alguns elementos do jogo, como Baron, Red Buff, Blue Buff, Kai’Sa e Poro. A ação reforça também a parceria entre KitKat® e CBLOL iniciada no primeiro semestre deste ano. “Perguntamos à comunidade de League of Legends qual doce o game seria e KITKAT® foi a marca mais citada. Então, conseguimos estabelecer uma relação muito genuína. Ser parceiro da Riot Games há quase um ano fortalece esse vínculo, podendo posicionar a marca em diversas modalidades de games”, explica Patricia Nacamuta, gerente de marketing de KITKAT®.

<span class=”hidden”>-</span>Mastercard/Divulgação

Já a Mastercard, patrocinadora do CBLoL desde 2020 e parceira global da Riot Games desde 2018, fez uma ação especial para chamar a atenção para a conscientização ambiental. Em 5 de setembro, dia seguinte ao da final do CBLOL, a marca lançou a partida especial Play for the Jungle para comemorar o Dia da Amazônia. Nele, dez gamers influenciadores enfrentaram um desafio inédito no League of Legends. A Jungle – a selva do game – esteve indisponível. A área é considerada crítica no mapa, onde os jogadores combatem monstros que dão recursos e poderes adicionais. O objetivo foi provocar a reflexão de que proteger as florestas é fundamental para salvar o planeta.

“O comprometimento com a construção de uma economia digital sustentável e inclusiva é um dos pilares da Mastercard. Queremos ter certeza de que pessoas, comunidades, empresas e o planeta possam prosperar, mas também precisamos chamar a atenção das pessoas para a importância da preservação das florestas para nossa vida, sem as quais não há um futuro possível”, diz Sarah Buchwitz, Vice-Presidente de Marketing & Comunicação da Mastercard Brasil. “Por isso, aproveitamos a oportunidade para conectar – por meio da jungle – o mundo virtual e o real, para que a comunidade LOL pudesse ouvir, aprender e passar a agir. Foi mais uma possibilidade que tivemos para falar com um público essencial, a geração que tem o poder de mudar o mundo”, acrescenta. Red Bull, parceira da Riot Games desde 2019, já levou os personagens campeões de League of Legends para as suas latas. Gillette, parceira desde 2018, também já usou da exposição do CBLOL para o lançamento de produtos.

Fonte

Source link

Read More