Gravação nunca lançada de John Lennon é vendida por US$ 58,3 mil em leilão dinamarquês – Forbes Brasil

Michael Putland/Getty Images

Canção inédita de John Lennon foi gravada em 1970 por quatro meninos dinamarqueses de 16 anos que conseguiram uma entrevista com o Beatle para uma revista escolar

Uma gravação em fita cassete de uma entrevista com John Lennon e Yoko Ono feita durante visita do casal à Dinamarca em 1970, incluindo uma música nunca lançada, foi vendida por 370.000 coroas dinamarquesas (US$ 58,3 mil) em um leilão realizado em Copenhague hoje (28).

A fita, com a canção “Radio Peace“, foi gravada em 5 de janeiro de 1970 por quatro meninos dinamarqueses de 16 anos que conseguiram uma entrevista com o casal para uma revista escolar.

LEIA TAMBÉM: Loja do Queen abre em Londres para marcar cinco décadas da banda

As ofertas pela fita cassete, que foi vendida junto com as fotos do encontro, começaram em 100 mil coroas e foram avaliadas entre 200 e 300 mil coroas (US$ 31, 5 mil e US$ 47 mil) antes do leilão.

Não se soube imediatamente quem foi o comprador.

Durante a gravação de 33 minutos, Lennon fala sobre a campanha de paz do casal, sua frustração com a imagem dos Beatles e o comprimento de seu cabelo.

A gravação também apresenta a dupla cantarolando canções de Natal enquanto dança em volta de uma árvore de Natal, e Lennon tocando violão e cantando “Give Peace a Chance” e “Radio Peace”.

Lennon e Yoko Ono chegaram ao norte da Dinamarca no final de dezembro de 1969 e ficaram em uma fazenda isolada por mais de um mês, de acordo com a casa de leilões.

Na gravação, os adolescentes perguntam como podem ajudar Lennon e Ono em sua busca pela paz mundial, e Lennon responde: “Se você não consegue ter nenhuma ideia sozinho, imite o que fazemos. Apenas sente e pense, o que posso fazer localmente?” (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Gravação nunca lançada de John Lennon é vendida por US$ 58,3 mil em leilão dinamarquês apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Enphase chega ao Brasil para disputar mercado de inversores solares com chineses – Forbes Brasil

Bruno Kelly/Reuters

Bruno Kelly/Reuters

Placas solares instaladas em Vila Nova do Amanã

A fornecedora de equipamentos para geração solar Enphase Energy desembarcou no Brasil e planeja iniciar a comercialização de seus microinversores para residências e comércios de pequeno porte a partir de outubro, ganhando espaço em um mercado amplamente dominado por chineses.

Fundada em 2006, no Vale do Silício (EUA), a companhia é líder no mercado norte-americano, com 55% de participação. Também tem importante atuação em outras regiões da Europa e Austrália.

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

No Brasil, escolhido como porta de entrada para o mercado sul-americano, a Enphase tem como meta abocanhar uma fatia de 25% de participação em até três anos, contribuindo com o avanço da geração distribuída, afirmou à Reuters o vice-presidente de expansão de mercado da empresa, Marco Krapels.

“O Brasil é o país que tem o mercado de geração solar em residências que mais cresce no mundo”, disse Krapels, apontando ainda que o país tem uma série de desafios a enfrentar no campo da geração e que a Enphase quer trabalhar para contribuir com soluções.

“Não apenas queremos estar no Brasil, como sabemos que nós precisamos estar no Brasil”, frisou o executivo.

O início da comercialização dos produtos da Enphase Energy, que já tem um escritório em Brasília e cerca de 10 funcionários, vai se dar por meio de parceria com a companhia integradora Solstar, que oferece soluções completas para a análise de viabilidade e design do projeto, instalações, monitoramento, assistência.

Mas novas parcerias serão buscadas para uma maior expansão da companhia, segundo Krapels, que tem passagem como VP da Tesla e se coloca como um entusiasta do mercado brasileiro, onde já morou por quatro anos e para onde vem pelo menos uma vez ao mês para desenvolver o negócio.

O executivo afirmou que não poderia revelar números do acordo com Solstar ou de expectativas de vendas, por serem estratégicos, mas adiantou que a perspectiva da Enphase no país é dobrar o volume de equipamentos a serem comercializados a cada trimestre.

Os sistemas de microinversores Enphase serão equipados com “gateways” de comunicação da empresa, que conectam um sistema solar Enphase à plataforma de monitoramento também da companhia.

TECNOLOGIA

Krapels afirmou que a Enphase chega ainda com algumas vantagens ao país, como uma garantia de 20 anos para seus equipamentos, quando fornecedores no país oferecem conversores com vida útil de cerca de sete anos. Segundo ele, a solução da Enphase se destaca uma vez que os painéis solares no país podem durar mais de 20 anos.

“Nossos equipamentos podem chegar a ser até 15% mais caros, mas são três vezes mais duráveis”, afirmou, destacando ainda avanços tecnológicos de seus equipamentos, que oferecem maior segurança aos usuários.

Para o ano que vem, a empresa planeja iniciar a oferta de soluções no Brasil que incluem a instalação de baterias em residências. A ideia é que a população possa armazenar a energia solar gerada e vendê-la a distribuidoras quando demandada.

Segundo Krapels, a inovação poderia contribuir com a garantia do abastecimento elétrico brasileiro em horários de pico, independentemente de o painel estar gerando energia na hora ou não.

Em outras regiões, a empresa já produz uma solução totalmente integrada de microinversores com baterias para produção e armazenamento de energia solar fotovoltaica.

No mundo, a Enphase já instalou mais de 36 milhões de microinversores, e aproximadamente 1,5 milhão de sistemas Enphase foram implantados em mais de 130 países. Atualmente, as fábricas da Enphase ficam no México, China e Índia. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Enphase chega ao Brasil para disputar mercado de inversores solares com chineses apareceu primeiro em Forbes Brasil.

Fonte



Source link

Read More

Em pouco tempo, The Players’ Tribune já evidencia propósito no Brasil

O The Players’ Tribune (TPT), primeira plataforma de conteúdo do mundo liderada por atletas, já atingiu marcos importantes no mercado editorial de esportes menos de quatro meses depois do lançamento no Brasil, que sucedeu o lançamento no Japão. Com números expressivos de audiência, a marca do grupo Minute Media tem trazido discussões que vão além do esporte.

O TPT saiu das editorias de esporte e levou pautas sociais importantes para o mercado por meio de histórias inéditas publicadas pelo ponto de vista mais íntimo dos atletas. Recentemente, o atacante Paulinho, da Seleção Olímpica de Futebol, publicou a carta Que Exu Ilumine o Brasil na plataforma, onde fala sobre sua trajetória no Vasco e sobre sua religião e referência a Oxóssi, orixá da caça no Candomblé.

O depoimento ganhou atenção nacional e internacional, com destaque para os debates e reportagens sobre diferenças religiosas e o aprofundamento sobre o candomblé e a umbanda, entre outros temas. A repercussão, alida, claro, às manifestações feitas ainda à época da Olimpíada, levou Paulinho à Câmara Municipal do Rio de Janeiro, onde foi homenageado por combate à intolerância religiosa com a maior honraria da cidade. Paulinho foi também convidado para participar do desfile da escola de samba Grande Rio no Carnaval 2022, que terá como enredo Exu (acredito que seja Oxóssi, o orixá do Paulinho!).

Outro caso recente foi o depoimento da skatista Leticia Bufoni, em carta endereçada ao pai, publicada no TPT. No texto, Bufoni conta sobre os obstáculos que precisou enfrentar para realizar o sonho de se tornar uma atleta olímpica, inclusive ao superar o preconceito dentro de casa. As revelações abriram espaço para discussões em torno da resistência à mulher no esporte, sobre apoio familiar e desafios pessoais.

O depoimento do ex-jogador de futebol Adriano, o Imperador, também levantou debates sociais. Conhecido por ser um atleta de pouca abertura à imprensa, o ex-atacante relembrou sua trajetória em uma carta publicada pelo The Players ’Tribune Brasil na qual abre seu coração e traz à tona sua depressão e outras intimidades nunca antes reveladas ao público. O tema repercutiu e voltou à cena por iniciativa do próprio Adriano, durante as Olimpíadas. O Imperador saiu em defesa e solidariedade à Simone Biles quando a ginasta abriu mão de competir em diversas categorias ao expor as pressões e sacrifícios que ameaçam a saúde física e mental de atletas de alto nível.

De acordo com Eduardo Paulsen, Country Manager do grupo Minute Media no Brasil, o estilo narrativo do TPT oferece histórias únicas, genuínas e profundas, que permitem aos leitores compreender o coração e a mente de seus atletas favoritos, inclusive identificando-se. “O principal propósito do TPT é ir além do esporte: é ter um papel transformador na sociedade. É muito gratificante perceber que já demos o primeiro passo para isso aqui no Brasil, mesmo em poucos meses de atuação. Temas importantes e até mesmo alguns tabus da nossa sociedade foram abordados por atletas brasileiros na nossa plataforma. Ganharam repercussão nacional e internacional, o que ajuda muitos leitores que atravessam pelas mesmas dificuldades”, comemora o executivo.

Fonte

Source link

Read More

BDS lança academia gamer com capacitações gratuitas a jovens no Riocentro

Gamers da capital carioca terão a partir de outubro como usufruir gratuitamente de um núcleo integrador de educação, eSports e entretenimento concebido pela startup BDS (Beyond Digital Sports) que nasceu com o propósito de democratizar e profissionalizar o setor de games e eSports em todo o país. Batizado de BDS Academy, o espaço é resultado de uma parceria entre a startup e a multinacional GL Events, abrangerá mais de 2.800m² de área instalada e promete ser um vetor de transformação social na cidade, onde está sediada no Centro de Convenções do Riocentro. Outros ambientes do Riocentro, como o Anfiteatro e a Arena Jeunesse, serão utilizados em eventos, shows e atividades que exijam um público maior.

O projeto de academia gamer já vem sendo desenvolvido pelos idealizadores há mais de quatro anos em Salvador. Foram sócios de uma iniciativa anterior, com outro parceiro, na Arena Fonte Nova, mas se desligaram para poder ousar mais com o modelo híbrido de negócio da BDS. O período serviu de experiência para entender a dinâmica do ecossistema de jogos eletrônicos e firmar parcerias com empresas endêmicas e não-endêmicas. Atualmente, além da própria GL Events, o projeto disruptivo da BDS aglutina marcas como LG, Corsair, Redragon, Xbox, Red Bull e IGG Games.

Segundo os idealizadores, LKZ (Lukas Walter) e DRK (Waldo Souza), a BDS Academy concretiza fisicamente o modelo inédito de negócio que a startup adotou para estruturar e operar ao mesmo tempo oito temas essenciais para o mundo gamer: BDS Arena – Realização de torneios e campeonatos; BDS Shows – Produção, promoção e desenvolvimento de eventos e shows. BDS Squads – Desenvolvimento e apoio à equipes e atletas de eSports; BDS Idols – Promoção e gestão de carreira de influenciadores; BDS Labs – Fomento da tecnologia criativa; BDS Store – Comercialização e exposição de produtos e serviços; BDS Creative – Produção de conteúdos audiovisuais e BDS Health – Saúde mental e física no ecossistema gamer.

<span class=”hidden”>-</span>BDS/Divulgação

“Tanto por nosso DNA tecnológico quanto pela imposição da pandemia, redesenhamos todo o projeto e as atividades no modelo 100% digital. Até o momento, realizamos 25 competições, distribuindo R$50 mil em premiações e incentivando 8 mil jogadores amadores. Produzimos 600 horas de conteúdos (lives, podcasts, ativações e streamings) gerando 215 mil views em nossas redes sociais. O projeto da BDS mobiliza mais de 40 influenciadores e 800 mil seguidores, todos organicamente engajados com nossas produções digitais”, conta LKZ, administrador de 23 anos que criou este modelo integrador para ajudar a suprir as carências notórias do setor no Nordeste e expandir a operação por todas as regiões do país. “A BDS Academy foi milimetricamente planejada pela BDS para oferecer experiências de alto nível e inusitadas em um só lugar. Em termos de novas tecnologias, aprendizagem aplicada às demandas do mercado gamer, debates sobre bem-estar da família, competições em parcerias com publishers mundiais e ambientes criativos para mera diversão”, resume DRK. O empresário de 47 anos fez trajetória de sucesso no ramo de tecnologia, dados e inovação trabalhando por anos no atual grupo Totvs.

A partir de outubro, quando a academia será inaugurada, a BDS buscará participar ativamente dos eventos realizados no Riocentro. Em dezembro, a BDS terá um estande de 300m² na tradicional Feira da Providência, em sua edição especial de 60 anos, como destaque de inovação na área de games e eSports.

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Ford anuncia investimento de US$ 11,4 bi na produção de carros elétricos

A montadora norte-americana Ford revelou nesta segunda-feira (27) que planeja investir US$ 11,4 bilhões na produção de veículos elétricos, construindo quatro novas fábricas que criarão 11.000 novos empregos até 2025.

Junto com a parceira sul-coreana SK Innovation, a Ford construirá as fábricas em Kentucky e Tennessee, revelou a montadora em um comunicado.

  • Quer investir na bolsa e não sabe como? Aprenda tudo com a EXAME Academy

A Ford acrescentou que vai construir “o maior, mais avançado e mais eficiente complexo de produção de automóveis em seus 118 anos de história” e que isso a colocaria na vanguarda da transição de seu país para veículos elétricos.

O grupo norte-americano investirá 7 bilhões de dólares, parte de um pacote de 30 bilhões já anunciado este ano. A SK Innovation aportará o restante do valor.

A Ford também enfatizou que este investimento apoia “a meta de longo prazo da empresa de criar um ecossistema de manufatura americano durável e acelerar seus projetos em direção à neutralidade de carbono em conformidade com o Acordo Climático de Paris”.

Source link

Read More

Órama: fundos com selo ESG aumentam 200% em seis meses

O número de fundos com o selo ESG – Environmental, Social and Governance (em português, Ambiental, Social e Governança) criado e concedido pela plataforma de investimentos Órama no começo de 2021 para seu portfólio triplicou seis meses após o lançamento da chancela. Hoje, são 12 os fundos com o selo. 

Sandra Blanco, estrategista-chefe da Órama Investimentos, explica que o selo ESG dá destaque aos gestores que estão alinhados com uma agenda responsável. “Entendemos que esse compromisso pode resultar em ganhos adicionais no longo prazo”, afirma. “Nosso objetivo também é seguir estimulando outros fundos a adotarem práticas ESG, para que a lista cresça cada vez mais.”

A seleção dos fundos que recebem o selo é feita com base na avaliação de alguns critérios. É desejável que a gestora seja aderente ao PRI (Principles for Responsible Investment) e que as abordagens estejam dentro das definidas pelo GSIA (Global Sustainable Investment Alliance).

Ainda que tenha triplicado em seis meses, a quantidade de produtos com o selo ESG é baixa, levando em conta que a plataforma tem 650 fundos. 

Os fundos de renda fixa com o selo ESG da Órama são:

  • BB Asset Ações Equidade FIC FI
  • Fama Ações FIC FIA
  • JGP ESG FIC FIA
  • SulAmérica Total Impacto FIA
  • Trígono Delphos Income FIC FIA
  • Trígono Flagship 60 Small Caps FIC FIA
  • Trígono Flagship Small Caps FIC FIA
  • Trígono Verbier FIA 
  • Trígono Power & Yield 30 FIC FIA

Além desses, existem três de crédito privado:

  • Empírica Vox Impacto FIC FIM CP
  • SulAmerica Crédito ESG FIRF CP LP 
  • CG Compass ESG Credit Selection FIC FIRF CP LP

Levantamento feito pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) a pedido da EXAME mostra que o número de fundos de ações ASG, aqueles classificados como sustentabilidade/governança, aumentaram nos últimos anos.

Em 2008, eram 27, passando para 33 em 2013 e 42 em junho de 2021. A captação líquida acumulada neste ano por esses fundos é de R$ 303, 8 milhões. Em 2020, os 38 fundos de ações ASG captaram R$ 688,5 milhões, segundo os dados da Anbima.

Fonte

Source link

Read More

Creative Artists Agency adquire ICM Partners – Meio e Negócio

LOS ANGELES 28/9/2021 –

A combinação criará novas oportunidades para clientes do mundo todo

A importante agência de entretenimento e esportes Creative Artists Agency (CAA) anunciou hoje a execução de um acordo definitivo para adquirir a ICM Partners (ICM) — uma das mais bem conceituadas agências de entretenimento e esportes do mundo — para gerar uma representação mais ampla e inclusivaàmedida que seus clientes, sua obra e suas marcas definem a cultura.

“Criadores de histórias, atletas, formadores de opinião e definidores de tendências de hoje que podem movimentar, inspirar e atrair públicos globais mais amplos contam com a oportunidade e a possibilidade únicas de atingir suas metas e aspirações”, afirmaram Bryan Lourd, Kevin Huvane e Richard Lovett da CAA. “A combinação estratégica entre a CAA e a ICM intensifica os recursos, conhecimentos, experiências e relacionamentos coletivos com os quais ofereceremos ainda mais oportunidades para que nossos clientes de padrão internacional desenvolvam suas carreiras e marcas nas mais diferentes áreas e plataformas em um mercado em constante evolução. Nossa sólida posição financeira nos permite seguir ampliando e diversificando nossos negócios, ainda que serviço e representação sigam sendo as atividades definidoras do que somos e fazemos. Temos a sorte de contar com a parceria da ICM, que partilha de nosso compromisso com a visão mais ampla e inclusiva possível para o que nossos clientes e empresa podemos concretizar juntos.”

“É excelente selar estar parceria e unir forças com a talentosa equipe da CAA”, declarou Chris Silbermann da ICM, que passará a integrar o conselho de acionistas da CAA. “Juntos, vamos fortalecer nossas realizações e espírito empreendedor, e continuar demonstrando um compromisso inabalável com o sucesso de nossos clientes, além de abrir espaço para vozes novas e diversas no mercado.”

A combinação complementar da CAA e da ICM criará oportunidades mais profundas, amplas e competitivas para clientes nas áreas de entretenimento, mídia e esportes, que evoluem constantemente. A ICM proporcionaàCAA uma constelação global de artistas de cinema, televisão, música, comédia, teatro, jogos, podcasting e políticos. Líder de mercado, a divisão literária da ICM representa um enorme complemento aos ramos de filmes, televisão e podcasting direcionados a conteúdo da CAA, além de sua área de palestrantes e outras divisões. E a ICM Stellar Sports, com sede em Londres e pertencenteàICM, atende a mais de 800 clientes em todo o mundo e mantém escritórios em 10 países.

A CAA está liderando os negócios de entretenimento, mídia e esportes com ampla experiência em filme, televisão, música, esportes, teatro, mídia digital, mercado editorial, endorsements, finanças de mídia, investimentos direcionados ao consumidor, moda, podcasting, palestras, jogos e filantropia. Liderada por uma equipe de gestão de primeira classe e reconhecida por sua cultura de colaboração e excepcional atendimento ao cliente, a força de trabalho diversa da CAA identifica e inova oportunidades para as pessoas e organizações que definem a cultura e inspiram o mundo. A CAA foi a primeira agência de talentos do setor de entretenimento a desenvolver um negócio esportivo, criar um banco de investimentos, lançar um fundo de empreendimento, fundar startups de tecnologia e estabelecer um negócio na China, entre outras inovações no mercado. Subsidiário da CAA, o Entertainment Benefits Group (EBG) é uma importante marca de viagens e entretenimento corporativos que atende a mais de 40 mil clientes e 60 milhões de usuários. Fundada em 1975, a CAA está sediada em Los Angeles e mantém importante presença em Nova York, Nashville, Londres, Pequim e Xangai, além de escritórios em Atlanta, Charlotte, Chicago, Dallas, Denver, Genebra, Jacksonville, Las Vegas, Memphis, Miami, Munique, Orlando, Estocolmo e Toronto, entre outros locais pelo mundo. Saiba mais em www.caa.com.

A ICM é uma das mais bem conceituadas agências de entretenimento, mídia e esportes do mundo, dedicadaàrepresentação global de artistas, criadores de conteúdo, radiodifusores, autores, artesãos, jornalistas e atletas nas áreas de cinema, televisão, esportes, mercado editorial, teatro, música, espetáculos ao vivo, podcasting, desenvolvimento de marca, endorsements, posicionamento de produtos, patrocínio, comerciais, radiodifusão, palestras e política. Fundada originalmente em 1975 como International Creative Management e rebatizada como ICM Partners em 2012, a ICM possui a experiência e a influência de uma agência de longa tradição e um inovador espírito empreendedor dedicado a atender a seus clientes em todo o mundo com paixão e distinção. A ICM possui escritórios em Los Angeles, Nova York, Washington e Londres, além de parcerias estratégicas na Europa, Ásia e em outras regiões. Saiba mais em www.icmpartners.com.

A transação deve ser concluída no final deste ano e está sujeita ao atendimento de condições habituais, o que inclui o recebimento das devidas aprovações regulatórias. Os termos financeiros da aquisição não foram revelados.

Consultores

A Allen & Company LLC atuou como consultora financeira da CAA, e a Wachtell, Lipton, Rosen & Katz foi sua consultora jurídica.

A Lazard atuou como consultora financeira da ICM, e a Sheppard Mullin e a Davis Polk & Wardwell LLP lhe prestaram consultoria jurídica.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Michael Mand/Beth McClinton, CAA, 424.288.2000, [email protected], [email protected]

Para consultas da mídia do setor de entretenimento: Brad Turell, ICM, 818.269.3048, [email protected]

Para todas as demais consultas da mídia sobra a ICM: Bryce Tom, Rubenstein, 917.733.9494, [email protected]

Fonte: BUSINESS WIRE

Source link

Read More

Cade aprova compra da Santa Amália pela Camil sem restrições – Forbes Brasil

Pilar Olivares/Reuters

Com a compra, a Camil também assumirá o endividamento da Santa Amália da ordem de R$ 150 milhões

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou sem restrições a aquisição da companhia de massas Santa Amália pela Camil, informou a empresa compradora hoje (27).

A operação, que marcou a entrada da Camil no setor de massas, foi anunciada ao mercado no mês passado, em um negócio de R$ 260 milhões. Com a compra, a Camil também assumirá o endividamento da Santa Amália da ordem de R$ 150 milhões. 

LEIA MAIS: Camil anuncia compra da Santa Amália por R$ 260 milhões e entra no segmento de massas

“A efetiva conclusão da operação está sujeita ao trânsito em julgado da operação e ao cumprimento de outras condições precedentes estabelecidas no Contrato de Compra e Venda de Ações da Santa Amália”, disse a Camil no comunicado.(Com Reuters)


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Cade aprova compra da Santa Amália pela Camil sem restrições apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Pfizer inicia estudo de vacina de mRNA contra gripe – Forbes Brasil

Behrouz Mehri/Reuters

O ensaio em estágio inicial testará a candidata a vacina em adultos saudáveis com idades entre 65 e 85 anos

A Pfizer anunciou hoje (27) que aplicou a primeira dose em um paciente em um estudo clínico para testar uma vacina contra a gripe baseada em RNA mensageiro, a mesma tecnologia usada nas vacinas contra a Covid-19 feitas pelo laboratório norte-americano em parceria com a BioNTech.

O ensaio em estágio inicial, conduzido nos Estados Unidos, testará a candidata a vacina em adultos saudáveis com idades entre 65 e 85 anos.

LEIA MAIS: Anvisa conclui que morte de adolescente não foi causada por vacina da Pfizer

“A pandemia de Covid-19 nos permitiu entregar a imensa oportunidade científica do mRNA. A gripe continua sendo uma área onde vemos a necessidade de vacinas”, disse Kathrin Jansen, chefe de pesquisa e desenvolvimento de vacinas da Pfizer.

O estudo testará a segurança e as respostas imunológicas da vacina, em comparação com outra vacina contra influenza aprovada pela agência reguladora norte-americana FDA.(Com Reuters)


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Pfizer inicia estudo de vacina de mRNA contra gripe apareceu primeiro em Forbes Brasil.

https://platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte

Source link

Read More

Deputados aprovam uso do Auxílio Brasil para assistir vítimas da pandemia | M&N

Os deputados aprovaram nesta segunda-feira (27), em sessão do Congresso Nacional, proposta do Poder Executivo que permite a abertura de crédito suplementar para atender a despesas de assistência social no enfrentamento da pandemia de Covid-19 a partir de recursos do Auxílio Brasil (MP 1061/21), o programa substituto do Bolsa Família. Os senadores ainda devem analisar a proposta.

A suplementação para assistência social com recursos do Auxílio Brasil atende a recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU). Os créditos extraordinários emergenciais gerados para combater os efeitos sociais e econômicos da pandemia fizeram com que houvesse um gasto menor do montante destinado ao Bolsa Família. Por isso, a corte de Contas sugeriu que essa margem seja direcionada exclusivamente para custear despesas com o enfrentamento da calamidade.

Desestatização
O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Mário Negromonte Jr. (PP-BA), ao PLN 13/21. Entre as mudanças, o relator suprimiu do texto a possibilidade de abertura de créditos suplementares destinados ao ressarcimento do gestor do Fundo Nacional de Desestatização (FND), referente a despesas com estudos para privatização.

A gestão do fundo mudou no ano passado da Secretaria do Tesouro Nacional para a Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados. Pelas regras atuais, a suplementação poderia ser de até 20% dos recursos para ressarcimento do gestor do FND. Caso a proposta fosse aprovada com o texto original, não haveria limite para abrir crédito suplementar à Secretaria de Desestatização.

O Ministério da Economia justificava a medida porque os pagamentos do FND precisam ser realizados com celeridade e podem ultrapassar os limites de suplementação. Entre as despesas podem estar gastos com serviços de terceiros, incluindo consultoria técnica, auditoria, taxas, emolumentos e outros encargos.

Mário Negromonte Jr. reconheceu que a mudança poderia dar maior segurança orçamentária ao gestor do fundo. Ainda assim, ele alertou que o texto original permitiria que tais despesas fossem suplementadas por decreto sem um limite estabelecido. “No nosso ponto de vista, tais dotações devem ser objeto de apreciação específica pelo Legislativo via projeto de lei de crédito adicional”, defendeu.

Prazos
O PLN 13/21 estende o prazo para publicação de abertura de créditos suplementares de 15 de dezembro para até 23 de dezembro de 2021. O projeto também exclui do prazo a autorização para suplementação da reserva de contingência financeira.

O objetivo é dar maior flexibilidade na gestão orçamentária no fim do ano. Os créditos fora do prazo-limite podem ser encaminhados até 31 de dezembro de 2021.

Em outra mudança, o substitutivo incluiu dispositivo que autoriza remanejar as dotações primárias obrigatórias e primárias discricionárias, com publicação até 23 de dezembro e apenas no âmbito do Executivo, e com eficácia somente após o último relatório de avaliação bimestral.

O relator argumentou que a medida é necessária para aperfeiçoar a alocação das dotações orçamentárias com o objetivo de atender necessidades de despesas obrigatórias e de demandas não atendidas de despesas discricionárias. “Evita-se desta forma o distanciamento entre dotação autorizada, a sua previsão de execução, e os limites do teto de gastos, o que favorecerá a entrega de bens e serviços à sociedade dentro dos limites fiscais e orçamentários”, afirmou Mário Negromonte Jr.

Comissão Representativa
O deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) alertou que a mudança no prazo poderia prejudicar as decisões do Congresso sobre a alocação de recursos do Orçamento. “Que diferença faz oito dias? Simplesmente, no dia 23 o Congresso está fechado. Em tese, o recesso começa no dia 22”, lembrou.

Chinaglia teme que o Poder Executivo edite um decreto no dia 23 para alocar valores altos. “Poderemos estar diante da situação em que a Comissão Representativa do Congresso poderá, sozinha, interferir na destinação de altos recursos. Pode haver a tentação de tratativas exclusivas.”

Organismos internacionais
Mário Negromonte ainda fez uma alteração na Lei Orçamentária que não constava da proposta original do Poder Executivo. Ele retirou da Lei Orçamentária deste ano a restrição para suplementar contribuições a organismos internacionais.

“Trata-se de obrigações que, se não atendidas, podem ensejar aumento do passivo com os referidos organismos. O atendimento dessas despesas é objeto de diversos apontamentos do Tribunal de Contas da União”, justificou Mário Negromonte Jr.

Senadores
Neste momento, a sessão do Congresso destina-se apenas à análise de projetos e vetos pelos senadores. Devido à diferença de solução tecnológica para sessões remotas da Câmara e do Senado Federal, as sessões do Congresso são realizadas em separado. Ainda hoje, após a etapa do Senado, haverá nova votação de vetos pelos deputados.

The post Deputados aprovam uso do Auxílio Brasil para assistir vítimas da pandemia appeared first on M&N.

Fonte

Source link

Read More